Alta porosidade capilar: como identificar e tratar o cabelo?

Publicidade

A alta porosidade capilar é um grande problema para a saúde do cabelo. Logo, os fios acabam ficando extremamente ressecados, opacos e quebradiços, pois não conseguem absorver água e nutrientes para mantê-los hidratados.

A porosidade do cabelo é definida conforme o nível de abertura da cutícula.

Portanto, o ideal é que as cutículas tenham porosidade intermediária. Onde não sejam totalmente fechadas e alinhadas, dificultando a absorção de água e nutrientes. E nem altamente abertas, no qual absorvem água e nutrientes rapidamente, mas não conseguem mantê-los por muito tempo no cabelo.

Entretanto, há alguns cuidados que devem ser tomados para evitar e tratar a alta porosidade capilar. Por isso, continue lendo o post e saiba como resolver esse problema e deixar o cabelo muito mais hidratado.

Como identificar e tratar a alta porosidade capilar

Alta porosidade capilar: Como identificar e tratar o cabelo?

O que causa a alta porosidade capilar?

Há muitas possibilidades que podem deixar o cabelo com alta porosidade.

Contudo, as causas mais comuns estão relacionadas ao uso excessivo de químicas (progressivas, alisamentos e relaxamentos), incompatibilidade de químicas, descolorações e colorações.

Além disso, a exposição demasiada ao sol e o uso recorrente de ferramentas de calor sem proteção térmica também aumentam a porosidade dos fios.

Entretanto, um fator que pode passar despercebido é a temperatura da água usada para lavar o cabelo. Pois, da mesma forma que a água fria contribui para a vasoconstrição e fechamento da cutícula, a água quente faz o contrário.

A água do mar e o cloro de piscinas também podem causar a alta porosidade do fio, então é preciso atenção redobrada no verão.

Dessa forma, para saber o tipo de tratamento que o cabelo está precisando, é necessário verificar o nível de porosidade dos fios. E para isso há um teste muito bacana e fácil de fazer, confira!

Como saber se os fios estão com alta porosidade?

Além de problemas visíveis, como ressecamento, aspereza, falta de balanço e aspecto de cabelo “espigado”, há o famoso teste de porosidade.

Logo, para realizá-lo basta usar um recipiente com um pouco de água e colocar um fio de cabelo dentro.

Então, se o fio não afundar é sinal de que o cabelo está com as cutículas bem fechadas (baixa porosidade).

Se afundar lentamente o fio está com a porosidade normal.

Entretanto, se o fio afundar rapidamente está com alta porosidade, fazendo com que a água seja absorvida facilmente – e também eliminada.

Veja a imagem abaixo e entenda melhor o teste de porosidade capilar:

Teste de porosidade capilar usando um copo de água

Porém, para cada nível de porosidade que o cabelo estiver é necessário um tipo de tratamento diferente.

Consequentemente, os fios com alta porosidade acabam precisando de um tratamento mais intensificado, visto que não seguram nutrientes suficientes em suas fibras.

Mas, há alguns tratamentos que ajudam a fechar as cutículas dos fios e deixá-los hidratados, como por exemplo, a umectação capilar.

Se quiser saber mais sobre essa técnica capilar, confira o post de como fazer a umectação capilar noturna e nutrir profundamente os fios.

Como tratar a alta porosidade capilar?

Como dito anteriormente, a alta porosidade requer cuidados mais profundos para recuperar a saúde do cabelo.

Assim sendo, é preciso de uma reconstrução capilar para fortalecer os fios e devolver os nutrientes que foram perdidos.

Inclusive a queratina, que é uma proteína que garante a resistência da fibra capilar e a proteção contra algumas agressões.

Por isso, além de evitar as causas que levam à alta porosidade, é possível usar algumas técnicas e produtos para recuperar o cabelo.

Dentre os tratamentos mais comuns há as máscaras reconstrutoras que são compostas por aminoácidos, queratina e proteínas hidrolisadas.

Elas são ótimas para selar as cutículas, controlar o pH do fio e repor a sua massa.

Contudo, você deve usá-las a cada 15 dias (em média), pois o excesso também pode trazer problemas.

Além disso, use água fria ou morna para lavar o cabelo, evite torcer os fios com a toalha, não use excessivamente químicas e aplique protetor térmico antes de usar o secador ou a chapinha.

Com a combinação de tratamentos nutritivos e reconstrutores, seus cabelos ficaram recuperados e muito mais saudáveis!

Postagens semelhantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.